Matrioshkas

 

As Matrioshkas são as tradicionais bonecas russas de madeira com várias figuras dentro. Elas foram inspirados na boneca japonesa Fukuruma trazida no final do século XIX para uma oficina de brinquedos para crianças em Moscou.

Sergei Maliutin, um virador de madeira inspirado na beleza do brinquedo, fez figuras semelhantes e outro pintor de artesão, Vasili Zviózdochkin, decorou-os como uma menina vestida com as roupas tradicionais da aldeia.

 

A Lenda

 

Diz a lenda que uma vez, um artesão russo que esculpia bonecas em pedaços de madeira, acabou criando um exemplar muito bonito e batizou a boneca de Matrioshka. Não teve coragem de vendê-la e então, no final do dia, levou-a para casa e a colocou no criado mudo em seu quarto.

Todas as noites, antes de se deitar, perguntava para a boneca se ela estava feliz. E ela respondia sempre que sim.

Em uma dessas noites, após fazer a mesma pergunta, Matrioshka respondeu a seu artesão que não estava mais contente. E que para voltar a ser feliz, ela queria um bebê, uma filha.

No dia seguinte, assim que acordou, o artesão foi esculpir uma filha para Matrioshka. Quando chegou em casa, cerrou a Matrioshka ao meio e colocou uma boneca dentro dela. E esta batizou de Trioshka.

Na noite seguinte, foi Trioshka que se manifestou, respondendo a pergunta de seu artesão e dizendo que ela também precisava de uma filha para ficar feliz. Mais uma vez o artesão esculpiu outra boneca, Oshka, e a colocou dentro de Trioshka.

Quando o artesão achou que tudo estava resolvido, Oshka, na noite seguinte pediu uma filha também. E lá vai nosso artesão fazer outra boneca para Oshka.

Mas na noite seguinte, antes de colocar a nova boneca dentro de Oshka, o artesão teve uma ideia. Para evitar que a nova boneca pedisse mais filhas e aquilo tudo não acabasse mais, antes de colocá-la dentro de Oshka, deu-lhe um par de bigodes e transformou-o em um boneco.

E assim Ka, como foi batizado, acabou com a linhagem da Matrioshka.

 

Simbologia 

 

A matrioshka traz a ideia de maternidade, fertilidade, riqueza e vida eterna e é um símbolo da terra russa.

Matrioshka, ou mãe, simboliza a grande e unida família, o infinito do mundo. A mãe dá à luz uma filha, a filha dá à luz outra filha e assim por diante. O número de netas dependia da fantasia e paciência do artista.

A boneca reflete a cultura filosófica da Rússia, onde mitos e contos populares são projetados em arte, então um artesão que faz bonecas tem que conhecer muito bem o folclore russo. Talvez, aí esteja a metáfora: para entender a verdade e a essência da alma russa é preciso remover todas as “camadas” que contêm os descendentes da memória histórica do povo. Para entender um russo, você precisa “puxar” as camadas superficiais para finalmente alcançar a alma.

Existem diferentes crenças sobre as matrioshkas. Por exemplo, existe a ideia de que se um papel com um desejo é colocado dentro de uma matrioshka, certamente será cumprida, e que quanto mais tempo o artesão se dedicar a criar o brinquedo, mais rápido será o desejo. Diz-se também que o matrioshka representa o calor da casa e é um símbolo que traz para casa o amor e a esperança.

A boneca tem sido usado desde o seu surgimento como um brinquedo criado para crianças, mas não apenas as crianças brincam, elas também podem dar um uso muito prático, já que muitas vezes ajudaram no processo de aprendizagem de cálculo em aldeias russas.

 

Fabricação das matrioshka

 

A técnica básica de fazer matrioshkas requer muito tempo e esforço e não mudou com o tempo. Ao pintá-lo à mão, pode-se levar de três minutos a três horas, ou até mais, semanas ou meses de trabalho.

A princípio, os matrioshkas se enceraram, mas depois os artesãos começaram a cobri-los com verniz que retinha a cor e os preservava da lascagem.

Nas primeiras matrioshkas, os elementos do traje e do rosto foram pintados. No início do século passado, cada artista contribuía com algo de seu próprio mundo para a boneca que estava fazendo: as meninas eram desenhadas com saias, com lenços de cabeça, com cestas coloridas e buquês e também, o número de figuras que estavam dentro também era uma marca pessoal do artista.

Em 1913 uma matrioshka foi esculpida com 48 figuras e hoje há brinquedos com cem bonecas dentro. Às vezes as matrioshkas carregavam um segredo dentro.

As matrioshkas foram modernizadas, o brinquedo que nasceu como um objeto de artesanato e que nos tempos soviéticos foi produzido em série, agora começa uma nova etapa de sua vida: são os brinquedos do autor, cada um dos quais é uma verdadeira obra prima.

Os diferentes motivos que adornam as matrioshkas refletem a vida cotidiana de jovens mulheres em uma típica aldeia russa. Portanto, o elemento chave das pinturas é o traje popular. Esses dois fenômenos das artes aplicadas refletem o mundo íntimo de qualquer família russa do século XIX ao XX. As primeiras matrioshkas vestiam ternos de acordo com a moda moscovita daqueles tempos, mas com o tempo e com a mudança da região onde foram produzidos, o traje mudou.

 

As matrioshkas no mundo

 

Entre as lembranças russas, as matrioshkas são uma compra obrigatória. Os turistas compram para levar para casa um pedaço da verdadeira Rússia. Políticos soviéticos, estrangeiros e figuras contemporâneas são imortalizados em madeira. Assim, os russos promovem e renovam a tradição das matrioshkas.

As primeiras matrioshkas foram muito bem aceitas em países europeus como França e Alemanha. Há 100 anos, conquistaram sua primeira medalha de ouro por sua originalidade na Feira Internacional de Paris. Agora são os estrangeiros que possuem as coleções mais completas de matrioshkas. Sabe-se que um colecionador norte-americano tem cerca de 6.000 bonecas e que existem grandes coleções de matrioshkas na Áustria.

 

 

 

Se gostou do artigo, dê um clique,

e compartilhe com os amigos

 

Luci Buzo

 

 

 

Veja também:

Balalaica

O que é um samovar?

Maçarico a querosene

Lanterna de sinalização ferroviária

Receba as novidades por Email

No spam guarantee.

I agree to have my personal information transfered to MailChimp ( more information )

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: